Conto para refletir: O Poste

Conta-se que certa vez um agricultor, preocupado com as atitudes inconsequentes do seu filho, resolveu repreendê-lo de maneira diferente.

Chamou-o para frente de casa, onde existia um poste bem à vista de todos que chegavam à quinta.
– Meu filho, apesar de tuas inúmeras qualidades, és muito descuidado e distraído naquilo que fazes. Por isso, sempre que fizeres algo errado, vou enfiar um prego neste poste, para observares as asneiras quem vais fazendo! Mas todas as vezes que agires correctamente, retirarei um prego do poste.

E assim foi ao longo dos tempos, com o pai a colocar pregos no poste sempre que o filho lhe fazia alguma asneira.

Depois de um algum tempo, envergonhado de ver tantos pregos no poste, o filho resolveu agir de forma positiva, sendo um menino mais cuidadoso e aplicado nas suas tarefas.

O pai, notando a transformação, dia após dia foi retirando os pregos do poste até não existir mais nenhum ali pregado. Ao retirar o último prego, o pai dirigiu-se ao filho:
– Olha filho. Este é o último prego… Tu conseguis-te… Deves estar muito contente, não é? – perguntou o pai ao menino que olhava fixamente para o poste sem pregos.

Depois de alguns instantes, o menino olhou para o pai e começou a chorar.
– O que se passa filho? – perguntou o pai sem entender. Pensei que irias ficar alegre porque os pregos foram todos retirados!
– Sim… – soluçou tristemente o filho – os pregos desapareçeram, mas as marcas ficaram…!

 

Agrupamento 342 de Vialonga

342 Logo Sede Virtual

Partilha este artigo:

Print Friendly, PDF & Email
Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmail