Conto para refletir: O Pãozinho

Há muitos anos, houve uma grande fome na Alemanha, e os pobres sofriam muito. Um homem rico, que gostava de crianças, chamou vinte delas e disse:

– Nesta cesta há um pão para cada um de vocês. Peguem e voltem todos os dias, até passar esta época de fome. Vou lhes dar um pão por dia.
As crianças estavam esfomeadas. Partiram para cima da cesta e lutaram pelos maiores pães. Nem se lembraram de agradecer ao homem que tivera tanta bondade com elas. Após alguns minutos de zaragata lá foram todos embora, cada um com seu pão, exceto uma menina chamada Gretchen. Ela ficou lá sozinha, a uma pequena distância do homem. Então, sorrindo, ela apanhou o último pão, o menor de todos, e agradeceu de coração.
No dia seguinte, as crianças voltaram e se comportaram pior do que nunca. Gretchen, que não entrava nos empurrões, ficou só com um pãozinho bem fininho, nem metade do tamanho dos outros. Porém quando chegou em casa e a mãe foi cortar o pão que ela trouxera, caíram de dentro dele seis moedas de prata.
– Oh, Gretchen! – exclamou a mãe. Deve haver algum engano. Esse dinheiro não nos pertence. Corre o mais rápido que puderes e devolve as moedas ao senhor!
E Gretchen correu para devolver, mas, quando deu o recado da mãe o senhor disse-lhe:
Não foi engano nenhum. Eu pedi oara colocar as moedas no pão mais pequeno para te poder recompensar. Lembra-te de que as pessoas que preferem contentar-se com a menor parte vão encontrar muitas bençãos e bem maiores do que dinheiro dentro da comida.

 

Agrupamento 342 de Vialonga

342 Logo Sede Virtual

Partilha este artigo:

Print Friendly, PDF & Email
Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmail